Escolha uma Página

Mães e pais de rua são separados de crianças após parto em Curitiba

Republicado em parceria com: Agência de Noticias das Favelas – ANF Magra, vestindo roupas largas e evitando ruas movimentadas, mal dá para perceber que Viviane Nascimento Araújo, de 31 anos, está no oitavo mês de gravidez. Em sua terceira gestação nas ruas, ela...

Heróis de pano

Deltan Dallagnol é o representante máximo, junto com Sergio Moro, do lavatismo enquanto apêndice do bolsonarismo. Nunca apoiou diretamente o nome do inominável, mas deixava clara a sua antipatia: tudo, menos o PT. E esse tudo englobava todo o chorume que conhecemos: negacionismo, familismo, militarismo, desmonte do Estado e das instituições. Aparentemente na cabeça do crente persecutor a melhor forma de acabar com o “sistema de corrupção” (sic) seria não se ter um sistema com regras.

A HISTÓRIA DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA

Primeira entrevista com Mario Oporto: Patria Grande, modelos de integração regional e processos sincrónicos na América Latina. No título do seu livro* sobre o pensamento argentino sobre a América Latina, menciona Moreno e Perón, mas que outras figuras políticas e intelectuais colocaria num lugar de relevo durante o período que vai desde a independência até meados do século XX?
Antes de mais, seria muito interessante assinalar que a ideia da Pátria Grande, da unidade continental, da integração regional, não é uma moda, nem representa ideias do momento, mas faz parte de uma longa tradição argentina. Trata-se de um pensamento profundo deste lado do continente, uma grande contribuição que podemos dar.